COMO DR. WITER PREVIU O QUE ESTAVA POR VIR NA IMIGRAÇÃO ESTE ANO?


Publicado em 12 Julho 2020

Compartilhe:      

COMO DR. WITER PREVIU O QUE ESTAVA POR VIR NA IMIGRAÇÃO ESTE ANO?

No artigo intitulado: ADVOGADO ALERTA SOBRE MUDANÇAS NA IMIGRAÇÃO PARA ESTE ANO – de 12 de janeiro de 2020 (http://www.witeradvogados.com/artigos/advogado-alerta-sobre-mudan-as-na-imigra-o-para-este-ano), o advogado Witer DeSiqueira, especialista em imigração para os EUA, no Brasil, afirmou que muitas mudanças e endurecimento nas leis de imigração dos EUA estavam por vir. Mal sabia ele que, Trump teria um grande “aliado” chamado Covid-19.

O Presidente americano se aproveitou da pandemia causada pelo coronavírus e usou todo seu arsenal de guerra contra os imigrantes.

 

Leia abaixo o artigo mencionado:

 

Nos últimos três anos, o Departamento de Segurança Interna (DHS), por meio de seus escritórios de imigração, implementou novas políticas, algumas das quais terão seu maior impacto este ano, reconhecem os advogados de imigração.

 

Dr. Witer DeSiqueira e equipe do Law Offices of Witer DeSiqueira lista alterações relacionadas a questões trabalhistas, “dreamers”, procedimentos judiciais, ações da Imigração e Fiscalização Aduaneira (ICE) e outros processos especificados pelos Serviços de Cidadania e Imigração (USCIS). As principais mudanças ocorrerão em:

 

  1. Ocupação “Especializada” - O USCIS implementa a “Definição de Ocupação Especializada”, que complicará as empresas que contratam pessoal estrangeiro com o visto H-1B, provavelmente vão restringir essas ocupações.

 

  1.  Nova “loteria” -  Essa mesma agência implementará oficialmente a “loteria” de vistos H-1B, que começou em 2018, mas seria formalizada este ano, para selecionar as aplicações a serem revisadas, ou seja, os selecionados serão por meio de sorte.

 

  1. Vistos H-4 - Também são esperadas regras para novas autorizações de emprego (EAD) para dependentes de beneficiários de H2B e H2A (cônjuges e filhos menores de 21 anos) que entram com visto H-4. Espera-se que o governo pare de isentar os pedidos de novos EADs e renovações, mas permita que os existentes permaneçam válidos até a data de vencimento.

 

  1. O visto L-1 - Esta autorização de trabalho permite que executivos estrangeiros trabalhem nos EUA, mas o USCIS pode mudar a definição e dificultar a concessão do visto, o que aliás, já vem acontecendo desde 2018. As RFE’s (Request For Evidences) do visto L-1 estão se tornando cada vez mais difíceis de serem atendidas pelos aplicantes.

(Obs¹.: Trump suspendeu todos estes vistos acima em junho de 2020)

 

  1. Maior escrutínio - Os especialistas reconhecem que haverá mais pesquisas para imigrantes que solicitam qualquer benefício, principalmente “green card” e naturalização. Vão ser olhadas com atenção as questões de o aplicante ter usado de forma constante os benefícios do governo como saúde e escola pública.

(Obs².: As RFE’s ficaram bem mais criteriosas)

 

  1. Taxas - Os advogados esperam que na primavera os aumentos de taxas do USCIS sejam anunciados, o que poderia impactar principalmente os processos de naturalização e os imigrantes mais pobres. Algumas taxas com certeza serão revisadas, principalmente nos processos de imigração por família.

(Obs³.: Já houve um anúncio que as taxas poderão ser aumentadas antes do início do ano fiscal em outubro)

 

  1. DACA - O mais tardar em junho, o Supremo Tribunal tomará uma decisão sobre Ação Diferida por Chegadas de Infância (DACA), depois de ouvir os argumentos a favor e contra. A decisão poderá impactar 700.000 beneficiários e suas famílias. A tendência é que o DACA seja definitivamente extinto, mas espera-se que os beneficiários atuais recebam algum benefício de permanência.

(Obs4.: Aqui Trump sofreu uma derrota, a Suprema Corte decidiu que ele não poderia acabar com o DACA)

 

  1. Operações - O ICE planeja intensificar suas ações de aplicação da lei nos locais de trabalho. Especialistas alertam que isso inclui não apenas operações contra imigrantes sem documentos, mas também auditorias I-9, cartas de incompatibilidade da Previdência Social e um novo foco nos empregadores de estudantes estrangeiros.

(Obs5.: O ICE invadiu empresas, prendendo indocumentados em várias partes dos EUA)

 

Dr. Witer só não previu que Trump, em plena pandemia com escolas e universidades fechadas, seria capaz de mandar cancelar os vistos de estudante F-1 e M-1, mandando esses alunos de volta para seus países, sob risco de deportação.

 

Dr. Witer DeSiqueira

Law Office of Witer DeSiqueira

 

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.