COMO LEVAR MEU PET PARA OS EUA?

Posso voar com animais para os EUA? Conheça as regras e exigências


Publicado em 17 Junho 2020
viajando barato pelo mundo

Compartilhe:      

COMO LEVAR MEU PET PARA OS EUA?

Como viajar com cachorro para o exterior. Ou gatos. Confira nesse post Como Levar seu Cachorro ou Gato para os EUA. É uma pergunta muito comum: posso voar com meu cão ou gato na cabine da aeronave para os Estados Unidos da América? A resposta a esta pergunta dependerá muito da companhia aérea escolhida, porte dos animais entre outros detalhes pertinentes.

Isto porque não há uma regra única que regularize o assunto entre as companhias aéreas, sejam as brasileiras ou as internacionais. Aliás, as regras para o transporte de animais domésticos nas cabines das aeronaves para destinos brasileiros geralmente são diferentes dos voos com destinos internacionais.

Como Levar seu Cachorro ou Gato para os EUA

A maioria das companhias aéreas permite o transporte destes animais, seja nas cabines das aeronaves, seja nos compartimentos de carga. Considerando como destino os EUA, além das exigências da companhia aérea, é preciso considerar também os possíveis questionamentos de entrada deste animal no país.

A notícia boa é que, para os Estados Unidos, não há qualquer impedimento para o transporte de animais domésticos na cabine da aeronave por parte da maioria das companhias aéreas.

Exigências das Companhias Aéreas

As companhias aéreas, brasileiras e internacionais, possuem exigências próprias para o transporte de animais. Para alguns países e algumas poucas companhias aéreas, o transporte de animais, tanto domésticos como de outros animais, não é permitido. Felizmente, no caso das companhias aéreas, isto é bastante incomum.

Afinal, todos nós sabemos da importância de levarmos conosco nosso animalzinho de estimação e, exatamente para não perder estes importantes passageiros, as companhias aéreas sabem muito bem disto. Mas para alguns países, há mesmo proibições, o que não é o caso dos EUA.

Quanto às regras das companhias aéreas, a maioria delas está envolta ao porte do animal, local de acomodação do mesmo, peso e dimensões específicas, atestado de saúde, vacinações e outros documentos além das taxas que serão cobradas.

É bom lembrar também que na cabine das aeronaves só são transportados animais domésticos e, na maioria dos casos, apenas cães e gatos. Também há limitações quanto à quantidade de animais por passageiro e por voo. Geralmente, 1 animal por passageiro e 3 animais por voo, dentro das cabines.

O que Você Precisa Saber e Fazer Antes de Embarcar com seu Animal

Antes de qualquer coisa, consulte no site da companhia aérea as condições e regras específicas praticadas pela mesma. Isto vai lhe dar segurança de que poderá embarcar com seu pet. Algumas solicitam o preenchimento de formulários, certa antecedência na comunicação de embarque de animais entre outras exigências.

Depois disso, leve seu bichinho a um veterinário e certifique-se de que está tudo bem com ele. Solicite um atestado pois você precisará do mesmo para levar ao Ministério da Agricultura para emitir o CVI (Certificado Veterinário Internacional). Este documento será exigido posteriormente.

Vacinação antiparasitária

Aproveite e já providencie outras documentações como a vacinação antiparasitária, da raiva, entre outras. O intuito é mesmo comprovar que seu amiguinho está gozando de boa saúde.

Viajando para os EUA, você precisará providenciar estas vacinas com no mínimo 30 dias antes, evitando assim uma possível “quarentena” ao desembarcar nos Estados Unidos. Isto mesmo, seu animal pode ficar em observação caso os prazos exigidos referentes à vacinação não tenham sido cumpridos.

Voos com escala

Outro ponto importante quando se viaja para destinos internacionais é observar se o seu voo terá escala ou não. Algumas companhias aéreas não admitem animais caso a escala tenha mudança de companhia aérea e outras ainda não permitem animais caso o voo tenha qualquer tipo de escala.

Obs.: outros animais considerados não domésticos geralmente também podem ser embarcados nos compartimentos de carga, bem como animais domésticos maiores e mais pesados. Tudo dependerá da companhia aérea escolhida e o porte/tipo de animal.

Cães guias, animais salva-vidas, etc., de uma maneira geral são permitidos, mas possuem regras específicas. Consulte antes do embarque a companhia aérea.

Cada companhia aérea pode cobrar um valor para você levar seu cachorrinho com você em cima ou despacha-lo. O ideal é você conferir na sua companhia aérea

Cão de apoio emocional

Também existe a opção de levar seu cachorrinho como “Cão de Apoio Emocional“, em breve iremos fazer um post detalhado o que seria isso, mas um breve resumo você precisa do Laudo so seu psicólogo ou psiquiatra comprovando que você vem em tratamento e o seu cachorrinho é seu suporte no tratamento. Nesse caso o animal pode viajar na cabine com você.

O limite de peso e tamanho da casinha, também pode variar de companhia para companhia, no final desse post você irá conferir tudo detalhado de cada empresa.

 

Quais as exigências dos Estados Unidos?

Claro que, além das regras das companhias aéreas, cada país pode ter a sua exigência para permitir a entrada de animais de estimação. Geralmente estas regras são brandas e estão voltadas mais às condições de saúde do animal, com raras exceções relacionadas à raça e porte do seu cão ou gato.

Pássaros, coelhos e outros espécimes também podem ser aceitos, mas nem todas as companhias aéreas os transportam e possuem regras bem específicas, mesmo para os Estados Unidos da América. Mas, voltando aos animais domésticos nos EUA, alguns documentos serão exigidos, como:

  • No caso de cães, a idade mínima deve ser de 4 meses. Animais menores, em amamentação, etc., não serão aceitos. Não há menção quanto a idade dos gatos, mas é aconselhável se informar antes, pois tais regras podem sofrer alterações.
  • Atestado de saúde que deve ter sido gerado com 10 dias de antecedência nos caso dos gatinhos e de 5 dias no caso dos cãezinhos, junto com o CVI.
  • Carteira de vacinação comprovando a vacina contra raiva com pelo menos 30 dias de antecedência. No caso de gatos, podem ser exigidas algumas vacinas adicionais.
  • Quando estiver com o atestado do veterinário pronto, 5 dias antes de sua viagem, você deve dar entrada para tirar o CIV, para tirar é muito fácil e rápido e não precisa pagar nada, só acessar o site do Ministério da Agricultura, logo abaixo você vai conferir o passo a passo para tirar  CVI
  • É bom atentar-se para a proibição de algumas raças de animais, em especial, os cães ou gatos “braquicefálicos” (são animais com o focinho achatado). Algumas companhias aéreas proíbem animais braquicefálicos de qualquer espécie. Consulte-as antes de programar viajar com seu bichinho.
  • Lembre-se de levar com você toda documentação na hora do embarque para os Estados Unidos! Mesmo que ele já tenha sido pedido pela companhia aérea antecipadamente, você pode precisar mostrar os comprovantes quando chegar nos Estados Unidos.  (Nós trouxemos nossa cachorrinha para os Estados Unidos e quando chegamos em Orlando, não nos pediram nada, mas pediram para deixar a carteira de vacinação em mãos caso fosse necessário).

Como tirar o CVI – Certificado Veterinário Internacional

O CVI nada mais é que o Certificado Veterinário Internacional que serve para você entrar ou sair do Brasil com Seu animalzinho de estimação! Ele pode ser obtido pela internet e é muito rápido.

Acesse diretamente o site do Ministério da Agricultura e na barra lateral clique em “Animais de Estimação”depois você irá escolher se deseja entrar ou sair do Brasil com seu bichinho e lá terá todas as informações e documentos que você irá precisar apresentar, inclusive um modelo de atestado que você pode levar para o veterinário preencher.

Com Carteira de Vacinação em mãos e atestado veterinário, você entra, faz seu cadastro, envia toda documentação preenchida, e depois eles irão te retornar com uma autorização eletrônica que você só precisa imprimir e levar com você!

Importante: Sem esse documento, seu bichinho não pode sair do Brasil.

Confira AQUI o site do Ministério da Agricultura.

Companhias aéreas que permitem levar seu pet para os EUA

Agora só falta mesmo você conhecer melhor as companhias aéreas que realizam voos para os Estados Unidos da América e que permitem o embarque de animais domésticos em suas aeronaves. Para cada companhia, há um link para que você possa se informar melhor.

Mesmo que a sua companhia aérea não esteja nesta relação e realize voos para os Estados Unidos da América, consulte-a sobre a possibilidade de abrir uma exceção para o transporte de seu bichinho. Nada que uma boa conversa não resolva.

De resto, boa viagem e aproveite sua estada nos EUA com seu animalzinho de estimação.

Companhias aéreas BRASILEIRAS que permitem levar seu pet para os EUA

  1. Companhias Brasileiras (Avianca, GOL, e Latam): permite o embarque de cães e gatos nas cabines.

Site GOL: (https://www.voegol.com.br/pt/informacoes/viaje-sem-duvidas/transporte-de-animais-de-estimacao)

Site Avianca: (https://www.avianca.com.br/transporte-de-animais#pet-na-cabine)

Site Latam: (https://www.latam.com/pt_br/informacao-para-sua-viagem/como-viajar-com-cachorro-e-gato/)

Demais companhias aéreas que permitem embarque de cães e gatos

Aerolíneas Argentinas: permite o embarque de cães e gatos nas cabines.

Site: (https://www.aerolineas.com.ar/pt-br/serviciosespeciales/index/25_outros-servicos-especiais)

 

 

Law Offices of Witer DeSiqueira

Fonte: https://viajandobaratopelomundo.com.br/

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.


Fonte: viajando barato pelo mundo