JUIZ EMITE FORTE EXIGENCIA AO GOVERNO DE DONALD TRUMP


Publicado em 05 Agosto 2018

Compartilhe:      

JUIZ EMITE FORTE EXIGENCIA AO GOVERNO DE DONALD TRUMP

Governo tem até quarta-feira para detalhar o plano de reunificação restante para os pais imigrantes.

Mais uma vez, a justiça emite uma forte demanda ao governo de Donald Trump em referência à sua operação fracassada de reunificação de famílias imigrantes separadas na fronteira sul.

O governo dos EUA deve detalhar seu plano esta semana para reunir centenas de famílias imigrantes nas quais os pais foram deportados ou libertados da prisão, um juiz federal da Califórnia ordenou hoje.

Em uma moção, o juiz Dana Sabraw, que é responsável pela ação movida contra o governo pela União Americana das Liberdades Civis (ACLU) pela separação das famílias imigrantes, pediu ao governo que forneça uma lista de todos os pais inelegíveis na quarta-feira para a reunificação, com informações detalhadas sobre quem não está no país.

As autoridades federais ainda têm sob seus cuidados cerca de 650 crianças entre 5 e 18 anos, além de algumas dezenas de crianças menores de cinco anos, classificadas como não elegíveis para liberação dentro do prazo estabelecido pelo magistrado.

Os menores não puderam ser devolvidos aos pais nos dias 10 e 26 de junho, dentro dos prazos estabelecidos pelo juiz, em alguns casos porque seus pais estão fora do país ou sob a custódia do Serviço de Imigração e Controle e Alfândega (ICE) sem que seu paradeiro seja conhecido.

Em audiências anteriores, Sabraw culpou o governo federal por ter perdido o rastro de centenas de pais.

O juiz impôs que ambas as partes apresentassem sua respectiva estratégia para que as crianças separadas retornassem com seus parentes.

Enquanto isso, o mesmo juiz poderia decidir a qualquer momento conceder um período de sete dias para pais com uma ordem de deportação que se reuniram novamente com seus filhos avaliarem suas opções, o que poderia incluir ser repatriado sem a criança.

Este pedido da ACLU é devido a testemunhos que supõem que muitos imigrantes em centros de detenção são forçados a tomar decisões precipitadas com base em informações enganosas.

Recentemente, advogados do Departamento de Justiça (DOJ) anunciaram que cerca de 1.000 pais que foram separados de seus filhos na fronteira têm uma ordem de deportação dada e que seu pedido de asilo político não foi concedido.

 

 

Law Offices of Witer DeSiqueira

www.witeradvogados.com

Fonte: https://laopinion.com

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.