MINHA PETIÇÃO FAMILIAR PODE SER CANCELADA SE EU ME CASAR?


Publicado em 11 Agosto 2019

Compartilhe:      

MINHA PETIÇÃO FAMILIAR PODE SER CANCELADA SE EU ME CASAR?

Caso:

Meu falecido pai me incluiu, em 2006, em um processo de imigração quando ele era residente permanente e eu era solteira. A petição da família foi aprovada, mas enquanto esperava pelo visto me casei na República Dominicana. O National Visa Center cancelou meu caso ao saber do meu casamento.

 

Meu primeiro casamento terminou em divórcio. Agora estou comprometido com um cidadão americano e ele quer me levar para os Estados Unidos depois que nos casarmos. O governo agiu corretamente ao cancelar a petição familiar de meu pai? Posso pedir residência permanente através do meu futuro marido ou já não é possível porque negaram o meu caso no passado?

 

Resposta:

O National Visa Center (NVC) fez a coisa certa ao cancelar a petição familiar que seu pai apresentou em seu favor. A lei de imigração não permite que os residentes permanentes incluam filhos casados ??em uma petição familiar. Eles devem permanecer solteiros durante todo o processo de petição da família. Se eles se casarem, seus casos são automaticamente cancelados.

 

Seu futuro marido pode ajudá-la a obter residência permanente se ambos atenderem a todos os requisitos. Ele terá que apresentar uma petição familiar a seu favor com o Serviço de Imigração e Cidadania dos Estados Unidos (USCIS) e provar que ele é um cidadão dos EUA, que é legalmente casado e que o casamento é verdadeiro, ou seja, que não estão apenas se casando com objetivo de obter residência permanente.

 

Se o USCIS aprovar a petição da família, o caso será enviado ao NVC para processamento. Durante esta fase, você terá que enviar um pedido de visto de imigrante e enviar documentação de apoio para provar sua elegibilidade, incluindo os certificados de nascimento e divórcio do primeiro marido. Seu futuro marido também terá que provar que ele tem a capacidade econômica de mantê-la nos Estados Unidos.

 

Law Office of Witer DeSiqueira

Fonte: https://inmigracionhoy.com

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.