NÃO DÊ MOTIVOS AO ICE PARA PRENDÊ-LO


Publicado em 02 Setembro 2018

Compartilhe:      

NÃO DÊ MOTIVOS AO ICE PARA PRENDÊ-LO

E também tenham em mente os pecados capitais que podem levá-lo a uma prisão e posterior deportação.

As recentes detenções de imigrantes indocumentados pelo Serviço de Imigração e Alfândega (ICE) relacionados com antecedentes como dirigir embriagado e urinar em público, força a comunidade de imigrantes a lembrar de que devem respeitar as leis dos Estados Unidos para não dar motivos para a prisão e deportação. Em alguns casos, alguns residentes permanentes podem perder seu status se cometerem um crime.

Então vamos relembrar algumas das recomendações listadas no artigo "As regras de ouro para o qual devem aderir imigrantes indocumentados sob a administração Trump", escrito pelo ex-diplomata americano e diretor da Fundação América Muros, Bernardo Méndez Lugo.

  1. Quando você está enfrentando a polícia, os agentes de imigração ou qualquer autoridade é mil vezes melhor ser ilegal do que mostrar documentos falsos já que há graves penas de prisão para aqueles que os portam.

 

  1. Evitar pequenos furtos e se manter informado sobre as notícias de imigração. Mesmo se você não crente, em igrejas você pode encontrar aconselhamento e orientação sobre imigração.

 

  1. Seguir exatamente as leis do país. Use cintos de segurança, não beber ou usar drogas durante a condução, respeitar os limites de velocidade, sinais e regras de trânsito. Certifique-se de que seu veículo está em boas condições. Dessa forma, você não vai chamar a atenção da polícia.

 

  1. Evite sair e dirigir à noite, se você não precisa. Não realize reuniões em sua casa que durem além das 10:00 da noite. Não faça escândalos em sua casa.

 

  1. Não assedie ninguém na rua nem faça elogios. Não faça insinuações ou propostas sexuais para ninguém, muito menos para menores. Mesmo quando a criança aceita ou simpatiza com o seu flerte, você pode entrar em uma confusão com a justiça que pode levá-lo para a cadeia e ser entregue à migração.

 

  1. Mantenha os arredores da sua casa limpos. Não deixe lixo jogado na frente, no jardim ou em outras áreas que possam causar um relatório à polícia de seus vizinhos.

 

  1. Evite ir a aeroportos, terminais de ônibus ou trens, pois são locais onde existe certo nível de risco de inspeção por migração.

 

  1. Não deixe seus filhos menores de 12 anos sozinhos em casa ou no carro. Além disso, não deixe seu animal de estimação no carro durante o verão.

 

  1. Não bata no seu cônjuge ou filhos. A violência doméstica e o abuso infantil são altamente punidos e podem levar à deportação.

 

  1. Não se case pelos "papéis". Se descobrirem que o seu casamento é simulado, você pode ser detido, sujeito a prisão e deportado.

 

Cinco pecados mortais:

 

O advogado de migração Alex Galvez diz que hoje é mais importante do que nunca que os imigrantes indocumentados evitem cometer o que, baseado em sua experiência como advogado, são chamados de "os cinco pecados mortais de imigrantes".

 

"Violência doméstica, dirigir sob a influência de álcool, pequenos roubos em lojas de departamento, prostituição e drogas", diz ele.

 

Ele esclarece que muitos hispânicos pensam que um empurrão ou um tapa não é violência doméstica, mas é. E mesmo que a esposa ou o casal não os denuncie à polícia, os vizinhos podem fazê-lo.

 

Sobre a prostituição, peça atenção especial, porque em muitos países não é crime solicitar esses serviços, mas nos Estados Unidos um crime grave. A polícia muitas vezes monta agentes secretos contra a prostituição em que as policiais se apresentam como prostitutas para prender clientes e cafetões das mulheres. Muitos hispânicos caem e vão para a cadeia.

 

Quanto ao álcool e drogas, lembre-se que embora a maconha na Califórnia já seja legal para fins de diversão, as autoridades federais - dizendo respeito à imigração - o consumo e posse de maconha é um crime.

 

"Se eles encontrarem você dirigindo sob a influência de maconha e outras drogas além do álcool, a polícia vai te deter e você corre o risco de cair nas mãos de imigração, e depois arruinar sua chance de permanecer no país", ressalta.

 

 

Law Offices of Witer DeSiqueira

Fonte: eldiariony.com

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.