POLÍCIA FEDERAL ESTÁ A PROCURA DO DOLEIRO DOS DOLEIROS


Publicado em 06 Maio 2018

Compartilhe:      

POLÍCIA FEDERAL ESTÁ A PROCURA DO DOLEIRO DOS DOLEIROS

Polícia Federal cumpriu na manhã desta quinta-feira, 3 de maio, mandados de prisão preventiva e temporária em desdobramento da operação Lava Jato que mira um esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas que teria movimentado mais de 1,6 bilhão de dólares (5,6 bilhões de reais) em 52 países. A operação, que recebeu o nome de “Câmbio, Desligo” foi desencadeada com base nas delações de dois dos principais doleiros do país, Vinicius Claret e Cláudio Barbosa.

O principal alvo da operação é o doleiro Dário Messer, que já foi investigado nos esquemas do Banestado, Mensalão e Swiss Leaks. Ele seria o mentor de Claret e Barbosa. A atuação de Messer no mercado paralelo é antiga: foi acusado em 2005 por outros doleiros durante a  Comissão Parlamentar de Inquérito dos Bingos do Senado de ser "o principal doleiro do Partido dos Trabalhadores" já em 2002. Acredita-se que ele esteja no Paraguai, já que ele possui dupla cidadania e não foi localizado pela Polícia em sua residência no Rio de Janeiro.

Os suspeitos teriam integrado um sistema chamado Bank Drop, que consiste na remessa de dinheiro ao exterior através de “dólar-cabo”, forma de envio de valores que não passa pelas instituições financeiras reguladas pelo Banco Central. O grupo operou entre 2010 e 2016, e durante alguns períodos chegou a movimentar um milhão de reais por dia.

MAS, O QUE É UM DOLEIRO?

Doleiros são operadores de câmbio do mercado paralelo ou às vezes denominados mercado ilegal de câmbio, ou ainda, câmbio negro, que formam um sistema bancário informal e denominado ilegal pelas autoridades governamentais.  Os doleiros estão na maioria dos países do mundo.  O mercado de câmbio brasileiro sem os doleiros se equipararia a países comunistas, ou seja, devido ao excesso de regras sem fundamento a maioria das pessoas é forçada a utilizarem o trabalho dos doleiros.

No Brasil os doleiros atuam na seguinte forma:

A - Compra de venda de dólar;

B - Administração de caixa 2 de empresas e partidos políticos;

C - Remessa de dinheiro ao estrangeiro para pagamento de importações; 

D - Transformação de dinheiro eletrônico em dinheiro vivo;

 

PORQUE ALGUÉM NORMAL PROCURA UM DOLEIRO?

Primeiramente, parece que o sistema bancário brasileiro foi criado para atender às grandes corporações e não para os pequenos e médios.  Hoje para se enviar qualquer pagamento para o estrangeiro, mesmo que seja uma operação legal é muito complicado. Com exigências absurdas e taxas de câmbio altas, além das taxas bancárias e IOF.

Como exemplo, nossa Law Firm tinha necessidade de fazer um pagamento a um meio de comunicação em Londres. Foram mais de cinco (5) tentativas de fazer tal transação pelo Banco do Brasil.  O BB com seus funcionários estatais despreparados uma hora colocavam o código errado, outra hora não aceitavam a “invoice” como prova da dívida e até mesmo chegando a não enviar, pois o valor era “demasiado alto” (menos de 15 mil Libras). Sem contar o prazo da análise da Mesa de Câmbio, para dizer que sim ou que não é 05 dias úteis e disseram NÃO.  Após isto, nossa empresa tentou utilizar o Banco Itaú com suas regras arcaicas de que a “invoice” estava em nome da empresa, com o nome de um dos sócios como responsável e os fundos estavam saindo de uma conta Pessoa Física deste mesmo sócio (proprietário da empresa, comprovado pelo Contrato Social juntado à ORPAG). Finalmente, nos restou o Banco Safra, que por se tratar de um banco que já opera no mercado internacional há quase 50 anos e a um câmbio altíssimo, fez toda a operação.

O governo com suas regras burocráticas tenta ludibriar o empresário dizendo que tais regras são válidas para evitar fraude ou transferência ilegal de fundos para o exterior, mas foi totalmente incompetente de frear as remessas monetárias imensas que a LAVA-JATO trouxe a tona.

Ou seja, são desculpas para um sistema já falido.

Por essas é que muitas pessoas recorrem ao doleiro, que com a maior “boa vontade” recebe o valor no Brasil e faz o pagamento imediato em até 03 dias a quem de direito

A lavagem de dinheiro acontece sim por meio de doleiros, mas não aconteceria se a burocracia fosse amenizada e um sistema financeiro de países desenvolvidos fosse adotado

A Lava-Jato demonstrou que o sistema do governo brasileiro não funciona, pois os grandes passam por cima das regras e os bancos nacionais se ajoelham ao poder corrupto.

 

Law Offices of Witer DeSiqueira

www.witeradvogados.com

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.