TRUMP À BEIRA DO ABISMO: FECHAMENTO PARCIAL DO GOVERNO MUITO PERTO DE CUSTAR MAIS DO QUE SEU MURO NA FRONTEIRA

A popularidade de Trump continua caindo devido ao fechamento parcial do governo.


Publicado em 27 Janeiro 2019

Compartilhe:      

TRUMP À BEIRA DO ABISMO: FECHAMENTO PARCIAL DO GOVERNO MUITO PERTO DE CUSTAR MAIS DO QUE SEU MURO NA FRONTEIRA

Esta não é uma boa notícia para Donald Trump após o longo e histórico fechamento parcial do governo, graças à sua insistência em usá-lo como uma arma política para obter financiamento para o seu muro de fronteira.

Esse fechamento parcial da administração poderia custar nos próximos dias mais do que os US $ 5,7 bilhões que o presidente Donald Trump está exigindo para o seu muro fronteiriço.

Em uma análise feita por Beth Ann Bovino, economista-chefe da S & P Global nos EUA, estimou-se que cada semana do fechamento poderia custar US $ 1,2 bilhão do produto interno bruto do país. Agora, em sua quinta semana, o fechamento poderia custar aos Estados Unidos US $ 6 bilhões.

O fechamento começou em 22 de dezembro, quando democratas e republicanos não conseguiram chegar a acordo sobre uma proposta que incluía os US $ 5,7 bilhões que Trump pediu para o muro fronteiriço entre o México e os Estados Unidos.                    

Desde então, mais de 800.000 funcionários federais foram suspensos ou estão trabalhando sem remuneração.

"Quanto mais este fechamento continua, mais danos colaterais sofre a economia", Bovino escreveu em seu relatório deixando claro que quanto maior o encerramento parcial do governo mais difícil será para o presidente Trump justificar o enorme gasto em um projeto que evidentemente divide o país.

 

Law Office of Witer DeSiqueira

Fonte: www.laopinion.com

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.