BRASIL FACILITA DEPORTAÇÃO DE BRASILEIROS A PEDIDO DOS EUA

Imigrantes irregulares poderão ser embarcados para o Brasil mesmo sem passaporte.


Publicado em 01 Setembro 2019

Compartilhe:      

BRASIL FACILITA DEPORTAÇÃO DE BRASILEIROS A PEDIDO DOS EUA

A Polícia Federal do Brasil enviou em junho passado uma nota às companhias aéreas que voam entre Brasil e Estados Unidos para que elas permitam o embarque de brasileiros em processo de deportação, mesmo que eles não tenham passaporte. A medida foi tomada a pedido do governo Trump, que quer facilitar e apressar a deportação de brasileiros em situação irregular nos Estados Unidos.

 

A medida acelera o processo de remoção, já que a obtenção do passaporte exige que o cidadão requisite o documento, ao passo que os certificados de cidadania não exigem a sua interferência, facilitando assim a sua emissão e a remoção do cidadão brasileiro dos EUA.

 

A notícia foi divulgada pela agência de notícias Reuters, que afirma ter recebido a informação de duas fontes do governo Bolsonaro, que pediram anonimato. “Quando Donald Trump assumiu a presidência, a imigração tornou-se um assunto político. A pressão aumentou bastante [sobre os países que mais contribuem com imigrantes irregulares] e o Brasil foi até mesmo ameaçado de sofrer sanções”, disse a fonte à Reuters.

 

O Brasil está em sexto lugar entre as nações que mais enviam imigrantes irregulares para os Estados Unidos, segundo dados do Immigration and Customs Enforcement (ICE). No ano fiscal que vai de 1 de outubro a 30 de setembro já foram removidos 1,117 brasileiros do País.

 

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, confirmou que os consulados estão emitindo certificados de nacionalidade a brasileiros no Exterior que não têm passaporte, depois de esgotados todos os recursos legais para a sua permanência nos EUA.

 

Desde a posse, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, tem aproximado as relações com o governo Trump. Bolsonaro tem feito declarações ambíguas sobre o problema. Em março, disse numa entrevista à Fox News, durante uma visita a Washington, que apoia a construção do muro na fronteira com o México, e acrescentou que “a maioria dos imigrantes não têm boas intenções.” O filho do presidente, Eduardo Bolsonaro, cotado para assumir a embaixada do Brasil em Washington, disse durante a mesma visita que os brasileiros irregulares nos EUA eram “um problema e um embaraço para o Brasil”.

 

Law Office of Witer DeSiqueira

Fonte: https://www.acheiusa.com

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.