BRASILEIRO É ACUSADO DE MENTIR EM FORMULÁRIO DE CIDADANIA E PODE SER MANDADO PARA A PRISÃO

Segundo o USCIS, brasileiro tinha uma acusação de homicídio no Brasil e declarou em formulário de cidadania ?que nunca havia cometido nenhum crime?


Publicado em 18 Novembro 2018

Compartilhe:      

BRASILEIRO É ACUSADO DE MENTIR EM FORMULÁRIO DE CIDADANIA E PODE SER MANDADO PARA A PRISÃO

O brasileiro Etevaldo Ferreira de Souza, de 47 anos, morador de West Palm Beach, foi considerado culpado em julgamento realizado no dia 9 de novembro por mentir em um processo para obter a cidadania americana, violando o Title 18, United States Code, Section 1015(a). As informações são do U.S. Citizen and Immigration Services.

 

Etevaldo foi acusado de homicídio no Brasil em 1993 e declarou no formulário para naturalização que “nunca tinha cometido nenhum crime em seu país de origem”. De acordo com documentos da Justiça, na época, apesar de não ser um policial, ele conspirou com policiais corruptos para cometer um assassinato. O crime prescreveu no Brasil em 2013, 20 anos depois do crime.

 

Etevaldo entrou nos Estados Unidos ilegalmente em 1998, conseguiu se legalizar em 2012 (obteve o green card) e deu entrada na cidadania em julho deste ano. Nos documentos para a cidadania ele afirmou que nunca foi acusado de “cometer, tentar cometer ou ser cúmplice em algum crime”.

 

Os jurados decidiram que Etevaldo é culpado e o julgamento para a sentença definitiva será realizado no dia 18 de janeiro e o brasileiro pode pegar até cinco anos de prisão.

 

Fonte: www.acheiusa.com

Obs.: O Law Offices of Witer DeSiqueira vem alertando constantemente aos seus clientes, seguidores das redes sociais e leitores em geral, o quanto uma mentira ou uma omissão de algum dado relevante pode ser prejudicial e comprometer um processo futuro.

 

Antes de iniciar qualquer processo de imigração, fale com um advogado especialista e não oculte nada. Só um profissional é capaz de determinar o que deve e o que não deve ser relatado em um processo como este.

 

Mara Pessoni

Law Offices of Witer DeSiqueira

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.