EMISSÃO DE VISTOS TEMPORÁRIOS ESTÁ SUSPENSA

A agência cancela o processo para novas aplicações, embora contemple algumas exceções.


Publicado em 24 Novembro 2019

Compartilhe:      

EMISSÃO DE VISTOS TEMPORÁRIOS ESTÁ SUSPENSA

O Serviço de Cidadania e Imigração (USCIS) alertou na quarta-feira que encerra o processo de solicitação de novos vistos para trabalhos temporários não agrícolas (H-2B) porque já atingiram o valor máximo regulamentar. Esse cancelamento afeta aqueles que pretendiam solicitar esse visto para a primeira parte do ano fiscal de 2020, mas inclui algumas exceções.

 

Em um comunicado divulgado na quarta-feira, a agência disse que não aceitará pedidos de novos vistos H-2B recebidos após 15 de novembro e terá uma data de início do trabalho em 1º de abril de 2020.

 

No entanto, o USCIS continuará aceitando os pedidos de emprego do H-2B que começam após 1º de abril e para aqueles que estão isentos do valor limite estabelecido no Congresso. Essas três exceções são as seguintes:

 

  1. Extensões de permanência para trabalhadores com vistos H-2B que já estão nos Estados Unidos. Essas pessoas podem solicitar a alteração de suas condições de trabalho ou mesmo de empregador.
  2. Obras de processador, técnico ou supervisor de ovas.
  3. Trabalhadores que realizam trabalhos ou serviços na Comunidade das Ilhas Marianas do Norte e / ou Guam entre 28 de novembro de 2009 e 21 de dezembro de 2029.

 

Vistos H-2B

 

Os vistos H-2B destinam-se a empresas americanas que solicitam trabalhadores estrangeiros para trabalhos temporários não-agrícolas.

 

Segundo o USCIS, o Congresso estabelece um valor máximo de 66.000 desses vistos para cada ano fiscal. 33.000 deles são para trabalhadores que começam a trabalhar durante a primeira metade do ano e os 33.000 restantes para aqueles que o fazem da segunda metade. Se os 33.000 vistos H-2B concedidos não forem emitidos na primeira parte do ano, o valor restante será concedido a partir de 1º de abril.

 

Law Office of Witer DeSiqueira

Fonte: www.laopinion.com

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.