FBI PRENDE CASAL POR REDE DE CASAMENTOS FRAUDULENTOS PARA OBTER CIDADANIA

Eles cobravam 30 mil dólares de estrangeiros para encontrar cônjuges americanos.


Publicado em 03 Fevereiro 2019

Compartilhe:      

FBI PRENDE CASAL POR REDE DE CASAMENTOS FRAUDULENTOS PARA OBTER CIDADANIA

Os esposos William Jacobsen e Marta Medvedeva foram presos ontem pelo FBI em seu apartamento no Brooklyn, como suspeitos de operar por uma "rede de fraude de casamento" para obter a cidadania estadunidense.

 

Jacobsen (60) e Medvedeva (68) foram levados perante o tribunal federal no Brooklyn na noite passada para enfrentar acusações pelo plano.

 

Eles supostamente cobravam US $ 30 mil de estrangeiros para procurarem cidadãos americanos dispostos a casar e depois treinar os casais fictícios para suas entrevistas de imigração.

 

A prisão aconteceu depois que os federais rastrearam um telefone rastreado Federal de Jacobsen por meses e enviaram uma fonte à paisana que se ofereceu para participar de "um falso casamento por dinheiro" e lhes conseguiram uma possível esposa, de acordo com os documentos judiciais citados pelo New York Post

 

Em outubro do ano passado, o FBI enviou uma "fonte confidencial" anônima para ser atendida por Jacobsen em seu apartamento em Brighton Beach enquanto gravavam secretamente vídeo da interação, durante a qual ele teria dito que "ele estava envolvido em uma conspiração de quinze anos para arranjar casamentos fraudulentos entre cidadãos dos EUA e estrangeiros".

 

Então Jacobsen "explicou como o plano funcionava": o infiltrado receberia US $ 10.000 e de seu futuro cônjuge seria cobrado US $ 30.000. Eles também precisam criar uma conta bancária conjunta e adicionar o nome da futura esposa ao contrato de arrendamento.

 

De acordo com uma testemunha, uma dúzia de agentes do FBI invadiram o apartamento na terça-feira, no início da manhã, em 3045 Brighton 12th St, Brooklyn.

 

Jacobsen foi detido até uma audiência de fiança, enquanto Medvedeva foi liberada depois de pagar US $ 100.000. Ambos enfrentam um processo que pode leva-los a 10 anos de prisão.

 

 

Law Office of Witer DeSiqueira

Fonte: www.laopinion.com

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.