O PLANO ICE PARA 225 MIL CRIANÇAS IMIGRANTES

O ICE lançou um chamamento requisitando companhias para transportar crianças detidas na fronteira para abrigos em todo país.


Publicado em 19 Maio 2019

Compartilhe:      

O PLANO ICE PARA 225 MIL CRIANÇAS IMIGRANTES

A administração do presidente Donald Trump está procurando um empreiteiro privado para transferir centenas de crianças detidas na fronteira para abrigos em todo o país.

 

US Immigration and Customs Enforcement (ICE) lançou um convite para contratar uma empresa "altamente responsável" que acompanham dezenas de milhares de solicitantes de asilos e famílias para abrigos de asilo-juvenil, de acordo com um documento de aquisições federais revisado pela Quartz.

 

"Foi solicitado a UAC um serviço de acompanhantes para não delinquentes (menores) e não criminosos e FAMU (famílias) que vão desde bebes até jovens de 17 anos e adultos com uma família, sete (7) dias por semana, 365 dias por ano", diz um projeto de candidatura datado de 13 de maio.

 

O portal detalha que a empresa que obtiver o contrato deve transportar 60 mil pessoas por ano por meio de linhas aéreas e ônibus, por um período de cinco anos, a duração do contrato.

 

Os responsáveis ??pelo transporte de até 225.000 crianças devem comprar passagens, fornecer alimentos, roupas e atendimento médico, se necessário, durante o transporte.

 

O site destaca que a administração Trump está alocando bilhões de dólares para ajudar os imigrantes, somando-se a esse esforço a transferência dessas crianças e famílias, devido ao plano de "tolerância zero".

 

60.000 crianças e famílias que o ICE transportará a cada ano representam um aumento anual significativo destaca Quartz, já em 2016, 2017 e 2018, a Agência realizou o transporte de um total de 143.000 crianças e famílias.

 

Law Office of Witer DeSiqueira

Fonte: www.laopinion.com

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.