PROPOSTA NO CONGRESSO: EXPRESSA DEPORTAÇÃO NA FRONTEIRA, MAIS JUÍZES E MAIOR PODER PARA O ICE

ICE poderia deter requerentes de asilo por até 100 dias.


Publicado em 19 Maio 2019

Compartilhe:      

PROPOSTA NO CONGRESSO: EXPRESSA DEPORTAÇÃO NA FRONTEIRA, MAIS JUÍZES E MAIOR PODER PARA O ICE

Um novo e difícil plano foi apresentado nesta quarta-feira perante o Congresso para reduzir o fluxo maciço de imigrantes centro-americanos que chegam aos Estados Unidos.

 

"Temos uma tempestade perfeita na fronteira devido a uma série de leis quebradas e desatualizadas relativas ao asilo e crianças", disse o porta-voz de Lindsey Graham, que também é o presidente do Comitê Judiciário do Senado.

 

O projeto permitiria ao Departamento de Segurança Interna (DHS) deportar imediatamente a maioria das crianças desacompanhadas da América Central e dobrar o número de juízes federais de imigração para decidir os casos de asilo mais rapidamente.

 

Também obrigaria todos os requerentes de asilo a demonstrar um receio credível ao apresentarem a sua petição nos seus próprios países de origem e não depois de chegarem aos Estados Unidos.

 

"Essa legislação ajudará a proteger as crianças garantindo que os pedidos de asilo sejam depositados em sua área de residência, não depois de uma viagem de milhares de quilômetros", disse o senador, um dos republicanos mais influentes.

 

Por outro lado, o plano permitiria que imigrantes que estão sob a custódia da Imigração e Alfândega (ICE), permanecessem presos por até 100 dias, contra 20 atualmente, enquanto continuam os seus processos de asilo.

 

A este respeito, o legislador explicou que por causa do "enorme" backlog de asilo na fronteira, a maioria destas aplicações não podem ser processados ??em tempo e imigrantes são "liberados" nos Estados Unidos após 20 dias de detenção.

 

De acordo com a mídia local, a Casa Branca trabalhou extensivamente com a equipe de Graham para desenvolver este projeto de lei, que tem amplo apoio entre os republicanos, mas quase nenhum entre os democratas.

 

Embora a medida possa ser aprovada no Senado, onde os republicanos têm a maioria, é improvável que tenha sucesso em uma Casa controlada pelos democratas.

 

A reforma do sistema de imigração tem sido um dos principais obstáculos da administração do presidente, Donald Trump, e do Congresso, cujos membros não conseguiram elaborar um plano que contasse com o apoio de ambas as partes.

 

Law Office of Witer DeSiqueira

Fonte: www.laopinion.com

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.