TRUMP QUER DEPORTAR 8.600 IMIGRANTES PROTEGIDOS POR LEI


Publicado em 15 Abril 2018

Compartilhe:      

TRUMP QUER DEPORTAR 8.600 IMIGRANTES PROTEGIDOS POR LEI

Trump quer quebrar acordo que protege milhares de imigrantes do Vietnã

Um novo relatório sobre o governo de Donald Trump tem milhares de imigrantes nos EUA temendo pela futura imigração.

O ex-embaixador dos EUA em Hanói disse que o governo Trump pretende deportar milhares de imigrantes do Vietnã, muitos dos quais são protegidos por um acordo bilateral.

O diplomata Ted Osius disse à Reuters que um "pequeno número" de imigrantes vietnamitas, supostamente protegidos pelo tratado, já foram deportados.

"Essas pessoas realmente não têm um país para onde voltar", disse ele.

Osius (Ted Osius, diplomata) confirmou rumores de sua saída do governo dizendo que o esforço de Trump para deportar esses imigrantes foi um fator em sua decisão de renunciar em outubro passado.

Brendan Raedy, porta-voz do ICE, disse à Reuters que 8.600 vietnamitas nos Estados Unidos no ano passado estavam sujeitos à deportação. Da mesma forma, ele acrescentou que desses 7.821 têm condenações criminais.

De acordo com um acordo bilateral assinado em 2008 entre o Vietnã e os EUA, os cidadãos vietnamitas "não estão sujeitos a retornar ao Vietnã" se "chegaram aos Estados Unidos antes de 12 de julho de 1995".

Segundo Osius, a maioria dos imigrantes do Vietnã que estão sujeitos à deportação chegou aos EUA antes de 1995, razão pela qual o acordo está sendo quebrado.

Katina Adams, porta-voz do escritório do Departamento de Estado da Ásia Oriental, disse à Reuters que os dois países "continuam a discutir suas respectivas posições em relação aos cidadãos vietnamitas que deixaram o Vietnã para os Estados Unidos".

Law Offices of Witer DeSiqueira

Fonte: eldiariony.com

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração