USCIS MUDA AS REGRAS PARA IMIGRANTES QUE SOLICITAM MUDANÇA DE STATUS MIGRATÓRIO.


Publicado em 09 Julho 2018
la Opinión

Compartilhe:      

USCIS MUDA AS REGRAS PARA IMIGRANTES QUE SOLICITAM MUDANÇA DE STATUS MIGRATÓRIO.

Uma mudança silenciosa na política de imigração dos EUA ameaça imigrantes legais que pedem uma mudança de status.

                                         

A mudança nas regras processuais do USCIS passou amplamente despercebida, apenas outra decisão processual de uma agência governamental. Mas uma mudança política silenciosa nos Serviços de Cidadania e Imigração (USCIS) realizada no mês passado é o próximo passo em direção a um expurgo nacional de não cidadãos, relata Quartz em um artigo de Hassan Ahmad.

 

Em 28 de junho, o USCIS anunciou que não cidadãos solicitando um "benefício", como uma extensão ou mudança de status, um Green Card ou uma cidadania, seriam colocados em processos de deportação se o benefício fosse negado.

 

Durante anos, uma condenação criminal foi exigida para o chamado "fast track" para a deportação. Agora, simplesmente perder sua petição de extensão de visto, ser acusado de um crime ou fazer algo que o DHS considere um crime (mesmo que você nunca tenha sido preso ou acusado) coloca você no mesmo "caminho mais rápido".

 

Uma vez no processo de deportação, o não cidadão deve mostrar que ele ou ela é elegível para permanecer nos Estados Unidos. Não será fornecido um advogado; o migrante pode ser detido, às vezes sem fiança. Não há direito a um julgamento rápido, nem há julgamento por júri.

 

Nem sempre é fácil manter- se informado de cada passo requerido e quando precisa da- lo. A vida passa.

 

Deportar todos aqueles que não colocam um ponto em cada "i" e cruzam cada "t" é ameaçador. Sob a nova mudança de política do USCIS, o sistema se tornará draconiano.

 

Enquanto o USCIS sempre teve alguma autoridade para iniciar os procedimentos de deportação, o último guia de políticas sobre deportação, emitido em novembro de 2011, focou-se em criminosos, fraude e outros indicadores negativos de elegibilidade. Esta nova política expande grandemente as categorias de "deportação prioritária" para a maioria das pessoas que tentam navegar em um sistema de imigração complicado e confuso.

 

Está se tornando cada vez mais difícil cumprir as leis de imigração dos EUA. A lei do asilo está sendo destruída. Os juízes de imigração estão sendo privados de sua pouca independência e pressionados a ordenar deportações. As famílias foram separadas para "enviar uma mensagem" pelo "crime" de exercer seu direito humano e legal de buscar asilo. Agora existe um grupo de trabalho dedicado a remover a cidadania das pessoas. Milhões de muçulmanos são legalmente proibidos de entrar. A lista de países designados para Status Temporário Protegido continua a declinar, e os sonhadores que cresceram neste país permanecem no limbo.

 

Os tribunais de imigração enfrentam atualmente um enorme atraso de mais de 700.000 casos, e o governo Trump reclamou extensivamente sobre a burocracia necessária para lidar com eles. Paradoxalmente, o USCIS agora bombeará outro fluxo de casos, com esse procedimento alterado.

 

Law Offices of Witer DeSiqueira

www.witeradvogados.com

Fonte: https://laopinion.com

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.


Fonte: la Opinión