COMO ESCREVER SEU PLANO DE NEGÓCIOS - IMPORTÂNCIA DO BUSINESS PLAN

Está pensando em abrir um negócio? Este é um bom momento para revisar os fundamentos de como escrever, revisar e gerenciar seu plano de negócio


Publicado em 24 Abril 2022

Compartilhe:      

COMO ESCREVER SEU PLANO DE NEGÓCIOS - IMPORTÂNCIA DO BUSINESS PLAN


Baixar Podcast

Como muitas outras coisas nos negócios, o plano de negócios evoluiu com a tecnologia e as mudanças nos padrões de negócios.

 

Tenho lidado com o planejamento de negócios como foco principal desde o ano 2000. Ainda é meu foco principal, hoje faço também o “Personal Plan” que é um plano de negócios para profissionais liberais que buscam imigração para os EUA.

 

Mas o que funciona e as melhores práticas estão sempre mudando. Este post é sobre o que há de mais recente em planejamento de negócios, não o padrão ou tradicional.

 

Metas SMART

 

SMART significa específicomensurávelatingívelrelevante e oportuno. A maioria das empresas saudáveis ??trabalha para conjuntos de metas. Um bom plano de negócios gira em torno de metas SMART.

 

  • Algumas delas são óbvias: vendas, custos, despesas, manter dinheiro no banco.
  • Alguns são específicos para o seu negócio, como clientes recorrentes, renovações, custo de aquisição de clientes, leads, índice de fechamento, eventos, viagens, o que for.
  • Alguns são o que eu gosto de chamar de marcos, coisas que precisam acontecer, como abrir o novo local, atualizar o site, alcançar um certo número de clientes, lançar uma nova versão, uma campanha publicitária, preencher uma vaga de equipe e assim por diante.

 

Quero enfatizar específico e mensurável neste contexto. Nós, donos de empresas, muitas vezes imaginamos objetivos como “ótimo atendimento ao cliente” ou “ser o melhor da categoria”. Essas generalidades não são específicas, não são mensuráveis ??e não são muito úteis. A gestão real faz o rastreamento, comparando resultados com expectativas e lidando com ações e causas. Tudo isso deve fazer parte de um plano de negócios e do processo de revisão e revisão frequentes.

 

Além disso, atingível. Primeiro, lidei com planos de negócios como uma consultora contratada, por algumas décadas; e depois como empresária até o presente momento. Eu vi em primeira mão que metas irreais não funcionam realmente para fazer as coisas. Eles reduzem o incentivo. Na minha experiência, as pessoas se identificam com os objetivos que podem alcançar.

 

Planejamento, não apenas um plano

 

Ao fazer seu plano de negócios, não pense no plano formal antiquado, mas sim no planejamento, um processo de definição de metas e acompanhamento do progresso. Não é apenas um plano único, mas sim um processo contínuo que começa com um primeiro plano de negócios enxuto e mantém esse plano enxuto atualizado e usando rastreamento regular e revisão de plano.

Esse estado de espírito torna o plano de negócios mais fácil de fazer porque é sempre mais um rascunho do que um produto acabado. Não adie a vida ou os negócios para planejar. Esteja sempre planejando. Comece com um plano simples que cobre apenas seus objetivos principais ou o que você foca primeiro. Não se preocupe em torná-lo perfeito. Basta começar. Não existe um plano de negócios perfeito, e o mais próximo que alguém chega é um plano que o ajude a gerenciar, estabelecendo metas, acompanhando resultados e destacando o progresso e os problemas ao longo do caminho.

 

Seja qual for o seu plano inicial, certifique-se de revisitá-lo todos os meses. Revise o progresso, analise os resultados e faça correções de curso.

 

Faça apenas o que você vai usar

 

A web, blogs, livros de negócios e cursos de negócios estão cheios de esboços de planos de negócios recomendados e conteúdos recomendados. As recomendações comuns incluem resumo, descrição da empresa, produto ou serviço, equipe de gerenciamento, estratégia de saída, marketing, financiamento e assim por diante.

 

O que eu recomendo é que você desenvolva seu próprio conteúdo de plano com base no que você realmente vai usar e acompanhar para otimizar seus negócios. Por exemplo:

 

  • As metas SMART que impulsionam os negócios. Você pode agrupá-los em metas relacionadas a diferentes elementos do negócio e ao plano tradicional, como marketing, vendas, desenvolvimento de produtos, administração. Chame-os de marcos, se quiser, ou prazos, projetos, etapas... escreva-os em seu plano para que você possa acompanhar e gerenciar.

 

  • Números essenciais. Você não pode gerenciar o fluxo de caixa sem gerenciar expectativas, orçamentos e desempenho real de vendas, custos, despesas, ativos, passivos e fluxo de caixa. Ofertas da web, livrarias e softwares on-line estão cheios de ajuda para proprietários de empresas que desejam entender, prever e gerenciar seus números de negócios. Você não precisa saber contabilidade ou mesmo escrituração para entender o que impulsiona seu fluxo de caixa e mantém seu negócio em boa saúde financeira.

 

  • As principais decisões estratégicas e táticas que você precisa ter em mente e revisar regularmente e, quando necessário, revisar. A estratégia, por exemplo, pode não atender a todos os critérios das metas SMART; mas estratégia é foco, e foco é bom para os negócios. Você não precisa ter um texto pomposo em um grande plano para resumir sua estratégia de negócios. Você pode usar uma lista simples de marcadores para se lembrar das escolhas que faz em relação ao que vende, para qual mercado e assim por diante. Da mesma forma, as táticas são escolhas que você faz para executar a estratégia, como preço, entrega, canal, configuração, financiamento e assim por diante. Encontre os objetivos SMART escondidos em suas táticas e escreva-os como parte de seu plano. Em seguida, você pode começar a gerenciar acompanhando o progresso e conforme necessário.

 

Além disso, é importante evitar fazer as partes tradicionais de um plano de negócios que você não usará. Se você não está fazendo um plano para descrever sua empresa para pessoas de fora, como banqueiros ou investidores, não se preocupe em descrever em texto o que você já sabe. Deixe de fora descrições como equipe de gerenciamento ou estratégia de saída e apenas mantenha as metas atingíveis rastreáveis ??específicas que impulsionam esses conceitos.

 

Um resumo prático

 

Em resumo, veja como colocar isso em prática, para o seu negócio, faça seu Plano de Negócios (Business Plan) antes de começar seu negócio:

 

  • Escreva um plano de negócios enxuto, listas e tabelas simples com marcadores, para reunir as metas SMART que você precisa acompanhar, números essenciais e conceitos-chave. Faça apenas o que você vai usar. Não faça nada por pessoas de fora, a menos que precise mostrar um plano para pessoas de fora.

 

  • Use o esboço e a lista de conteúdo que desejar. Em caso de dúvida, recomendo o que chamo de plano de negócios enxuto que inclui estratégia e táticas como listas de pontos, além de uma lista de marcos e métricas e números essenciais de negócios, incluindo vendas, gastos e fluxo de caixa.

 

  • Faça essas listas e tabelas cheias de detalhes que você pode acompanhar. E, em seguida, acompanhe esses números regularmente.

 

  • Programe-se com antecedência para garantir que você reserve uma ou duas horas pelo menos uma vez por mês para revisar o progresso, identificar sucessos e fracassos, analisar resultados e fazer alterações.

 

Seguindo essa linha de raciocínio, com disciplina e atenção, as chances de seu negócio dar certo aumentam significativamente.

 

 

Witer DeSiqueira & Pessoni an International Law Corporation

Dra. Mara Pessoni

Advogada, Especialista em Comércio Exterior

OAB-GO - 61.550

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração