COMO ESTUDAR NOS EUA


Publicado em 18 Setembro 2022

Compartilhe:      

 COMO ESTUDAR NOS EUA

Baixar Podcast

Quando o assunto é a respeito de VISTO F de estudante (ou STATUS F) logo, entende-se que o candidato o qual pretende estudar nos EUA, necessite possuir as características mínimas mais aproximadas possíveis compatíveis com o citado visto. Para tanto, este deve possuir, inevitavelmente, o termo que chamamos de “PERFIL DE ESTUDANTE”.

O “perfil de estudante”, é aquele cujo, o agente de imigração procura observar se há pertinência vinculativa, na qual liga o perfil do candidato ao VISTO F através do curso pretendido e, consequentemente, desobstrui os obstáculos da negativa do VISTO.

Assim, quanto mais características de um estudante o candidato tiver, mais interessante ele(a) se tornará aos olhos do programa estudantil americano. Ou seja, a chave é convencer o agente de imigração que o candidato possui o perfil de estudante adequado ao curso escolhido.

Não obstante a complexidade de cada caso, possuir o perfil adequado, é o meio mais seguro para estender a veracidade dos fatos e da intenção do candidato que, em outras palavras, significa demonstrar que este de fato, irá estudar nos EUA comprovando o necessário para conseguir a aprovação do STATUS F.

Qual é o seu perfil? Existirão, tanto os candidatos com potencial de cursar universidades americanas quanto aqueles que possuam potencial para avançar em um curso de inglês como segunda língua (ESL).

Quando o candidato leva para uma entrevista consular seus planos de estudos dentro da mesma linha da área de formação, favorece a continuação de sua carreira profissional e, nesse sentido, estará fortalecendo o seu perfil de estudante pois isto lhe trará credibilidade em sua aprovação. O fator primordial é saber enriquecer o “perfil de estudante” e, o quanto mais forte o manter, mais credibilidade ter-se-á para conseguir a aprovação do VISTO F.

Em cada caso particular, deve-se atribuir ao candidato um curso no exterior conforme o seu potencial. Seja o candidato que possua formação acadêmica ou nível de ensino médio, perceber-se-á através de seu perfil qual a melhor opção.

Outrossim, é importante ressaltar que se faz necessário comprovar junto à entidade de ensino, a liquidez financeira para arcar com as despesas de moradia, transporte, alimentação, entre outras, do estudante, haja vista que o Status de estudante não permite trabalhar nos EUA. Portanto é de suma importância comprovar que o estudante ou sponsor (responsável) detém liquidez financeira para arcar com tais despesas

Entretanto, analisar o perfil de estudante, não se trata exclusivamente de uma regra, mas apenas de uma seletividade que ajuda a identificar com mais precisão as chances de cada estudante em obter um VISTO F. Assim, o que trará clareza na identificação do perfil do estudante com mais precisão, será sempre uma boa consulta do candidato através de um bom advogado de imigração, ou seja, na conversa com o cliente, saber-se-á como abordar seu nível de intelectualidade, seus planos, sua capacidade financeira, seus anseios e seu nível de conhecimento técnico, profissional e educacional.

 

Witer DeSiqueira & Pessoni an International Law Corporation

Dr. Mário Aires – Advogado

OAB/GO – 62.246

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração