COMO NÓS APROVAMOS UM GREEN CARD PARA ADVOGADO EM CINCO MESES

Uma aprovação recorde em 5 (cinco) meses e 4 (quatro) dias, para um processo de Green Card, cujo aplicante está fora dos EUA.


Publicado em 11 Outubro 2020

Compartilhe:      

COMO NÓS APROVAMOS UM GREEN CARD PARA ADVOGADO EM CINCO MESES

Baixar Podcast

Recentemente, mesmo em tempos de covid-19 fomos procurados por um advogado com o intuito de se estabelecer nos EUA.  Na entrevista inicial anotamos todos os feitos profissionais do mesmo e colocamos nossas mentes para trabalhar.

Nossa equipe de advogados e especialistas em Comércio Exterior constatou que tínhamos menos de 50% de chance de aprovar um processo de imigração para o Advogado S., pois o mesmo não tinha nenhum feito extraordinário que denotasse ser de interesse nacional para os EUA.

Porém, com isto em mente, visitamos pessoalmente várias de suas fontes de referência, tais como um juiz de carreira, que poderia testificar sobre os casos jurídicos que o esmo apresentava perante este magistrado, empresa em que ele havia trabalhado.

E foi assim, que protocolamos o processo no centro de imigração (USCIS) do Texas, e exatamente 5 meses e 4 (quatro) dias depois recebemos um CASE APPROVAL sem nenhuma solicitação de evidências (RFE) ou solicitação de provas adicionais.

O que fizemos correto?

Nossa experiência de advocacia em Los Angeles acrescida da presença dos profissionais brasileiros fez com que nossa equipe fizesse brilhar aos olhos do agente de imigração as qualidades, não tão evidentes, do aplicante.

Mas além de tudo os seguinte critérios foram seguidos em detalhes:

1 - O aplicante tem que apresentar um Diploma acompanhado do Histórico Acadêmico oficial mostrando que  tinha uma graduação, certificado ou prêmio similar de uma faculdade, universidade, escola ou outra instituição de ensino relacionada à sua área de habilidade excepcional.

2 - O aplicante tem que entregar todos documentos devidamente traduzido por tradutor juramentado.  Assim foi feito.

3 - O Diploma e seus devidos cursos são enviados para uma avaliação de equiparação do curso com os cursos Americanos.

4 - Na falta de um diploma de faculdade documentos que comprovem no mínimo, 10 anos de atividades excepcionais também são aceitos.

5 – Foram providenciadas mais de 5 cartas de recomendação de pessoas que puderam dar boas referências de suas qualificações/trabalho, com perfil (currículo ou página biográfica pública) do aplicante; cartas estas que são escrutinadas pelo nosso staff para comprovar a veracidade das informações entregues.

6 - O Aplicante criou um PERSONNAL STATEMENT ou seja uma descrição profissional de seu passado contendo quase 7 páginas de narrativa, analisado criteriosamente por nosso staff.

7 - PROFESSIONAL BUSINESS PLAN.  Nosso staff in house prepara um plano de negócios baseado no Personnal Statement e nas necessidades do mercado Americano. Plano este que define para o agente os passos do profissional nos próximos anos, as vagas de mercado, o marketing a ser utilizado, e muitos outros quesitos que denotam que o aplicante tem um amplo mercado a atuar.

8 - Curriculum Vitae compatível com os dados do Personnal Statement;

9 - Preparação de evolução salarial.

Além destes acima descritos preparamos diversos outros meios para provar que nossa cliente tinha habilidade especiais.

E foi assim que em 5 meses e 4 dias aprovamos um EB2-NIW sem nenhuma solicitação de evidências, porque tudo estava devidamente oferecido ao agente de Imigração de acordo com as regras para este tipo de visto.

 

Witer DeSiqueira, esq.

Law Offices of Witer DeSiqueira

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.