QUAL NEGÓCIO ABRIR NOS EUA


Publicado em 03 Maio 2021

Compartilhe:      

QUAL NEGÓCIO ABRIR NOS EUA

Baixar Podcast

Com um cenário nebuloso para os próximos anos, com um PIB (Produto Interno Bruto) oscilando abaixo de 5% nos últimos 10 anos, tendo chegado inclusive, a patamares negativos no período do último governo de Dilma Roussef. Além das péssimas administrações e medidas econômicas que empacam a economia do Brasil, ainda veio a pandemia do Covid-19 que fez com que o PIB caísse -4,1% em 2020. E as notícias ruins não param por aí. Os recentes julgamentos do STF (Supremo Tribunal Federal) que anularam as condenações por corrupção ativa e passiva do ex-presidente Lula, apontam para uma possível candidatura e vitória dele nas próximas eleições presidenciais do ano que vem. Assim, o empresariado brasileiro fica á deriva, sem perspectivas de crescimento, uma vez que a política de esquerda tem foco em investimentos somente nos chamados “campeões de audiência”, ou seja, algumas determinadas companhias se beneficiam facilmente de empréstimos e “ajudas”, enquanto a maioria mendiga por socorro do governo ou se subjuga aos empréstimos e financiamentos a juros exorbitantes dos bancos privados.

 

É hora de mudar o olhar, abrir o leque de opções. É hora de alçar novos voos. É hora de dolarizar o faturamento e internacionalizar a empresa.

 

Desenvolver negócios internacionais pode parecer um sonho distante, pois para quem não conhece as regras do jogo, pode achar que isso é só para as grandes corporações. Mas é uma opção estratégica, seja pela facilidade legal, seja pela logística, seja pela parte tributária em ter sua base internacional, a fim de fazer a empresa e os negócios prosperarem e o faturamento dolarizado. No caso dos EUA, o sistema legal, ao contrário do brasileiro, é extremamente simples, tanto para abrir, como para fechar uma empresa.

 

Quando se pensa em internacionalizar a empresa nos EUA, a primeira pergunta é: Como vou administrá-la? Quem poderá ir para os EUA para gerenciar minha companhia? Qual o visto correto? Entretanto, há vistos para cada situação, seja para investidores, ou para executivos que irão desempenhar funções de gestão.

 

O mais importante nestes casos é o planejamento e contar com uma excelente assessoria jurídica especializada que irá orientar a forma certa da internacionalização, seja franquias, centros de distribuição, lojas próprias, ou até plataformas de vendas online.

 

Os EUA é o maior mercado consumidor do mundo. “Tudo” se vende lá!

 

Então, não interessa se a empresa é pequena, média ou grande, sempre é possível internacionalizá-la.

 

Importante definir produto, público e região. Isso a assessoria pode lhe fornecer através de pesquisas de mercado.

 

Exemplo de negócios bem-sucedidos:

  • Uma empresa, que fábrica máquinas para a indústria de autopeças, mesmo sendo uma pequena empresa, esta é capaz de se estabelecer nos EUA, nas regiões próximas às grandes fábricas de autopeças.

 

  • Outro exemplo, uma cosmetóloga, que cria e fabrica cosméticos veganos personalizados. É um grande nicho de mercado. A empresa de cosmetologia pode atingir níveis antes inimagináveis, desde que, com planejamento sério e real, seguindo à risca um Business Plan bem confeccionado, dentro da realidade da empresa, do produto e do público-alvo.

 

Empreender nos EUA é sensacional, poder viver e ter a liberdade de ir e vir em um país com uma excelente qualidade de vida então é maravilhoso. Pense bem nisto e seja um profissional de sucesso, dolarizando sua empresa.

 

Relembrando, para obter sucesso neste projeto é importante:

  • Planejar;
  • Assessoria confiável e com bagagem de conhecimento;

 

Esta assessoria deverá trabalhar em conjunto com sua empresa para criar um excelente Business Plan (Plano de negócios), que irá apresentar:

 

  • Pesquisa de mercado;
  • Público-alvo;
  • Marketing;

 

A assessoria jurídica também será responsável pela abertura da companhia nos EUA e os processos de vistos dos sócios, executivos e managers. Ter todos esses serviços em um só lugar aumenta as chances de seu projeto dar certo, pois que os setores “conversam” entre si na mesma linguagem e com os mesmos objetivos e foco.

 

 

 

Law Offices of Witer DeSiqueira

Dra. Mara Pessoni, advogada

OAB/GO – 61.550

Especialista em Comércio Exterior

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.