COMO BRASILEIROS ESTÃO SENDO "EXPULSOS" DE BANCO DOS EUA


Publicado em 04 Setembro 2022

Compartilhe:      

COMO BRASILEIROS ESTÃO SENDO

Baixar Podcast

Sob cerco das autoridades reguladoras, Wells Fargo obriga estrangeiros sem residência nos Estados Unidos a fecharem suas contas

O banco americano Wells Fargo era conhecido pelos brasileiros por ser uma instituição que facilitava a abertura de contas por não residentes nos Estados Unidos. Agora, no entanto, o banco está obrigando os estrangeiros que não possuem residência nos Estados Unidos, entre eles, os brasileiros, a retirarem seus saldos e fecharem suas contas.

A decisão foi anunciada no ano passado e neste ano correntistas receberam um comunicado via e-mail solicitando o endereço residencial nos Estados Unidos ou o encerramento da conta. Mesmo quem possui conta na instituição há mais de vinte anos e a declara para a Receita Federal do Brasil foi afetado pela política.

De acordo com um funcionário do Wells Fargo, entre 10 mil e 20 mil brasileiros possuem conta no banco, e fechar as contas dos estrangeiros que não possuem um endereço nos Estados Unidos sairá mais barata do que regularizá-las, mesmo que isso implique na retirada dos saldos.

 Isso porque as entidades reguladoras americanas mantêm uma vigilância apertada sobre a instituição após os escândalos de abertura de milhões de contas falsas e milhares de cartões de crédito. Cálculos da Bloomberg estima que o banco já deixou de lucrar 4 bilhões de dólares desde o início das sanções.

Witer DeSiqueira & Pessoni an International Law Corporation

Fonte: https://veja.abril.com.br/economia/como-brasileiros-estao-sendo-expulsos-de-banco-dos-eua/

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração