NOVO RECORDE: 188.000 IMIGRANTES PRESOS NA FRONTEIRA COM O MÉXICO

Patrulha de Fronteira relata 188.000 apreensões de imigrantes na fronteira


Publicado em 18 Julho 2021

Compartilhe:      

NOVO RECORDE: 188.000 IMIGRANTES PRESOS NA FRONTEIRA COM O MÉXICO

Baixar Podcast

'La Migra' mantém vigilância na encruzilhada entre o México e os EUA, onde as prisões de pessoas sem documentos continuam a aumentar desde maio de 2020, quebrando recordes todos os meses

Patrulha de Fronteira deteve ou expulsou 188.000 imigrantes durante o mês de junho, marcando um novo recorde de chegada de não cidadãos aos Estados Unidos.

O número foi adiantado pela CNN e levando em conta os dados de maio da Alfândega e Proteção de Fronteiras ( CBP ), é cerca de 9.000 a mais imigrantes do que os cadastrados em maio, quando foi relatada a detenção ou expulsão de 180.000 pessoas. Entre estes, quase 13 mil eram brasileiros.

Embora tenha havido intensa pressão de grupos de defesa de imigrantes para acabar com o Título 42 , que permite às autoridades de imigração expulsar pessoas por motivos de saúde em face da pandemia COVID-19, a administração Biden continua a fazer cumprir a regra.

Até maio passado, o CBP informou que deteve e expulsou 648.185 imigrantes sob o Título 42, embora o Título 8 também se aplique, em referência a estrangeiros que pedem asilo, mas são inadmissíveis, que totalizam 249.616 até aquele mês. No total, de acordo com as duas regras, os agentes processaram 897.801 não cidadãos no ano fiscal de 2021, que termina em setembro.

Os esforços do CPB continuam a deter imigrantes que entram no país sem documentos e não são elegíveis para asilo .

O Setor Big Bend, por exemplo, informou a prisão de 74 imigrantes, entre crianças e adolescentes, após a paralisação de dois veículos.

No Setor Laredo, agentes da Patrulha de Fronteira prenderam 100 imigrantes indocumentados em diferentes ações em casas, onde os “coiotes” os abandonaram.

O governo Biden enviou a mensagem aos imigrantes em situação irregular que não viajam para os EUA, pois serão expulsos, além do fato de que a rota não é segura.

O Departamento de Estado lançou uma nova campanha na América Central para tentar dissuadir as pessoas de viajar para o norte , informou a CNN.

 

Witer DeSiqueira & Pessoni

an International Law Corporation

Fonte: laopinion.com

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração