SENADORES APRESENTAM PROPOSTA BIPARTIDÁRIA PARA LEGALIZAR "DREAMERS"


Publicado em 18 Dezembro 2022

Compartilhe:      

SENADORES APRESENTAM PROPOSTA BIPARTIDÁRIA PARA LEGALIZAR

Baixar Podcast

No dia 06, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, visitou o Arizona pela primeira vez durante sua presidência, mas não visitou a fronteira com o México. Na época, como o jornal Brazilian Times relatou m sua edição anterior, ele disse que “tinha coisas mais importantes acontecendo”.

O presidente explicou que sua visita focada na fabricação de semicondutores, uma parte fundamental de sua agenda econômica.

Enquanto isso, em Washington DC, os senadores Kyrsten Sinema (D-AZ) e Thom Tillis (R-NC) elaboraram uma estrutura que criaria um caminho para a cidadania para cerca de dois milhões de imigrantes indocumentados e aumentaria o financiamento para segurança nas fronteiras.

Se a estrutura elaborada for oficializada, seria a primeira peça de legislação significativa apresentada por membros de ambos os partidos desde a "Gangue dos Oito" de 2013, que foi um projeto de lei bipartidário do Senado que criaria um caminho para a cidadania para alguns imigrantes indocumentados.

O presidente Joe Biden pediu repetidamente ao Congresso que aprovasse a legislação relacionada à uma reforma nas leis de imigração. No entanto, as tentativas de aprová-la falharam.

Como é o projeto de lei de imigração de Sinema e Tillis?

O projeto elaborado pelos dois legisladores inclui a criação de um caminho para a cidadania para cerca de 2 milhões de “Dreamers”, ou jovens imigrantes sem documentos que chegaram aos Estados Unidos quando crianças trazidas pelos pais. Mas a proposta só valeria se cerca de US$ 25 bilhões fossem destinados à segurança nas fronteiras.

A legislação também estenderia o Título 42 até que os centros regionais de processamento pudessem ser construídos. Eles forneceriam mais recursos e pessoal para ajudar a processar os pedidos de asilo.

O chefe de gabinete da Casa Branca, Ron Klain, disse na segunda-feira, dia 12, que ficou animado com a notícia do acordo entre Sinema e Tillis sobre os Dreamers e que um acordo entre democratas e republicanos pode captar votos suficientes para passar na Câmara e no Senado. “Acho que é um sinal de que existe a possibilidade de uma ação bipartidária sobre a imigração”, disse durante o CEO Council Summit do The Wall Street Journal.

Mas poderá ser difícil para Biden conseguir a aprovação de qualquer legislação relacionada à imigração no novo Congresso, já que a Câmara será controlada pelos republicanos.

 

Witter, Pessoni & Moore an International Law Corporation

Fonte: https://www.braziliantimes.com/

 

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração