Witer, Pessoni & Moore An International Law Corporation ®

+55 (62) 9 8584-2101 – [email protected]

Trump promete fim de cidadania para filhos de imigrantes ilegais

Medida afetaria também turistas que têm filhos nos EUA; republicano é pré-candidato nas eleições de 2024.

O ex-presidente dos Estado Unidos Donald Trump disse na 3ª feira (30.mai.2023) que, se for eleito em 2024, vai acabar com a concessão de cidadania automática para crianças nascidas em território norte-americano e que sejam filhas de imigrantes que estão de forma irregular no país. A medida também afetaria turistas cujos filhos nasçam nos EUA.

Em vídeo de campanha (assista aqui), Trump afirmou que a medida visa a “proteger a fronteira” do país. O republicano declarou que dará instruções às agências federais para que a concessão automática de cidadania norte-americana só valha quando um dos pais seja cidadão dos EUA ou residente permanente legal.

Sem a concessão da cidadania, as crianças ficariam impedidas de receber “passaportes, números da Segurança Social ou ser elegíveis para certos benefícios sociais financiados pelos contribuintes”.

“[A medida] desencorajará a vinda de mais imigrantes e encorajará muitos dos estrangeiros que Joe Biden [presidente dos EUA] deixou entrar ilegalmente no nosso país a regressarem aos seus países de origem”, declarou Trump.

A chamada cidadania por primogenitura é parte da 14ª Emenda da Constituição norte-americana, ratificada em 1868. A emenda concedeu cidadania a todas as pessoas “nascidas ou naturalizadas nos Estados Unidos”, incluindo ex escravos. O texto foi interpretado como aplicável a todos os nascidos em território norte-americano independentemente de os pais residirem no país de forma regular ou não.

Witer, Pessoni & Moore an International Law Corporation

Fonte: https://www.poder360.com.br/

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *