Witer, Pessoni & Moore An International Law Corporation ®

+55 (62) 9 8584-2101 – [email protected]

Estudantes podem trilhar sua carreira profissional nos EUA com o Visto EB-3

À medida que estudantes internacionais se aproximam da conclusão de sua educação nos Estados Unidos, os pensamentos sobre suas próximas etapas profissionais começam a surgir. Para aqueles que desejam continuar suas carreiras nos EUA, o Visto EB-3 pode ser uma opção a ser considerada

Assim que um estudante sob o visto ou status de F-1 finaliza seu curso ou está prestes a finalizá-lo, existe a possibilidade da aplicação de um Treinamento Prático Opcional (OPT – Optional Practical Training). O OPT é um emprego temporário diretamente relacionado à área principal de estudo de um aluno F-1, que concede uma permissão de trabalho para que o estudante trabalhe em empresas externas as da sua instituição de ensino.

Agora, já com o contato direto com uma empresa, seja através do OPT, ou até mesmo através de uma oferta de emprego, o estudante pode optar por transformar a sua caminhada acadêmica dentro dos Estados Unidos, em uma caminhada profissional. Nesse momento, o visto EB-3 entra em cena e desenvolve um papel muito importante para esse processo.

O Visto EB-3 é uma modalidade de imigração baseada no trabalho que permite que empresas americanas contratem trabalhadores estrangeiros, preenchendo vagas quando trabalhadores americanos não estão disponíveis, ou não são capacitados.

Para obter o Visto EB-3, é necessário ter uma oferta de emprego de uma empresa americana disposta a patrocinar o candidato. Isso requer que a instituição passe pelo processo de certificação trabalhista do Departamento de Trabalho dos EUA (DOL) para comprovar a falta de candidatos americanos qualificados.

Após a certificação trabalhista, a empresa pode apresentar uma petição ao USCIS em nome do candidato. O processo pode ser demorado, mas a opção de processamento premium pode acelerar a resposta do USCIS em até 15 dias úteis.

Após a aprovação da petição, o próximo passo é solicitar o visto de imigrante em um consulado americano no país de origem, ou se optar, realizar um ajuste de status de não-imigrante para o status de imigrante dentro dos EUA. Se aprovado, o imigrante poderá viajar para os EUA e começar a trabalhar para a empresa patrocinadora, ou no caso de um ajuste de status dentro do país, esperar a autorização de trabalho chegar e iniciar o seu trabalho na empresa patrocinadora.

Embora o processo seja complexo, o Visto EB-3 pode ser uma opção viável para estudantes que desejam continuar suas carreiras nos EUA após a conclusão dos estudos. É aconselhável buscar a orientação de um advogado de imigração experiente, que saiba auxiliá-lo no processo e que garanta maior eficiência na elaboração da sua petição.

Autor: Dr. Witer DeSiqueira

Advogado de Imigração – (OAB/GO – 27.288)

Witer, Pessoni & Moore An International Law Corporation

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *