Witer, Pessoni & Moore An International Law Corporation ®

+55 (62) 9 8584-2101 – [email protected]

Mais de 85 mil imigrantes foram mandados de volta aos seus países desde maio

Medida sanitária Title 42 acabou no dia 11 de maio e, desde então, governo registrou aumento nas deportações e queda significativa na apreensão de imigrantes

O Departamento de Homeland Security (DHS) mandou cerca de 85 mil imigrantes de volta para os seus países desde o fim da medida Title 42, que acabou em maio. Esse número é 65% mais alto que o número de deportações realizado no mesmo período do ano anterior.

Grande parte desses estrangeiros foi deportada por meio do ICE Air, nome dado aos aviões fretados pelo U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE) para levar imigrantes de volta aos seus países. De acordo com levantamento feito pelo G1, desde 2019, 9 mil brasileiros foram deportados em aviões do ICE Air.

“O governo dos Estados Unidos está mandando uma mensagem clara para aquelas pessoas que têm intenção de migrar ilegalmente. Não venham, vocês vão ser mandados de volta”, disse Miguel Vergara, diretor do ICE.

O secretário do DHS, Alejandro Mayorkas, disse na última semana que o governo está organizando melhor os pedidos de asilo na fronteira e, por esta razão, o número de travessias ilegais caiu. “Nossas políticas para expandir o processamento de casos de asilo na fronteira está funcionando”, disse Mayorkas, se referindo à queda.

O governo Biden, no entanto, está contestando na Justiça a ordem do juiz Jon Tigar, da Califórnia, que cancelou a atual política de asilo implementada pelo governo na fronteira.

O juiz deu 14 dias – contados a partir de 25 de julho – para que as novas regras sejam canceladas, o que dá ao governo Biden tempo para recorrer à Suprema Corte.  “Esta regra atual não pode continuar a ser aplicada”, disse o magistrado. O Departamento de Justiça dos EUA já apelou contra a decisão.

Fonte: Achei USA ( www.acheiusa.com )

Witer, Pessoni & Moore An International Law Corporation

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *