Witer, Pessoni & Moore An International Law Corporation ®

+55 (62) 9 8584-2101 – [email protected]

Envelhecimento demográfico nos EUA acentua carência de profissionais qualificados e impulsiona a imigração

Uma análise recente dos dados do Census Bureau e do Bureau of Labor Statistics tem gerado preocupações em relação à constante queda na taxa de natalidade nos Estados Unidos, resultando em uma diminuição na disponibilidade de trabalhadores. Até o ano de 2040, estima-se que o país possa enfrentar uma redução de até seis milhões de pessoas em idade ativa, o que terá impactos negativos na economia.

Uma potencial solução que tem sido discutida é a imigração, que tem se mostrado a única fonte de crescimento da população em idade ativa nos últimos anos. Especialistas ressaltam que trabalhadores estrangeiros têm desempenhado um papel fundamental no desenvolvimento econômico do país, contrariando a noção de que eles meramente competem como mão de obra de baixo custo.

Um entendido no campo da imigração observou um aumento notável na concessão de green cards para profissionais qualificados, oferecendo uma oportunidade atrativa para aqueles interessados em viver e trabalhar nos EUA. Este momento é percebido como uma ocasião oportuna para indivíduos que desejam estabelecer-se nos Estados Unidos e contribuir em diversas áreas profissionais.

Neste cenário, determinados tipos de vistos, como o EB-2 NIW e o EB-1A, têm atraído bastante interesse por parte de profissionais qualificados, já que proporcionam a chance de adquirir um Green Card com base na trajetória profissional do imigrante, evitando a necessidade de investimentos substanciais ou complexas estruturas empresariais. Isso representa uma abertura para aqueles com aspirações de residir nos Estados Unidos e atuar em suas respectivas esferas de atuação.

Os vistos da categoria EB (Employment Based), são os vistos de imigração mais comuns entre aqueles profissionais que buscam atuar em suas áreas nos Estados Unidos. Além da oportunidade de trabalho, esses vistos possibilitam também a residência permanente através do Green Card, não apenas para o aplicante principal, mas também para a sua família. Os EB’s possuem alguns requisitos específicos que dependerão de qual classificação o profissional pretende aplicar, porém, a grande maioria dos profissionais brasileiros se encaixam no perfil esperado pelo governo americano.

O processo de imigração para os Estados Unidos de um profissional qualificado não é algo simples, mas totalmente possível para aqueles que possuem o auxílio de um bom profissional de imigração. O advogado sênior do Witer, Pessoni & Moore, Dr. Witer DeSiqueira aconselha que esses profissionais busquem sempre a ajuda de um profissional especializado em imigração, pois é indispensável um planejamento prévio para aumentar ainda mais as chances de sucesso do processo!

Dr. Witer DeSiqueira

Advogado de Imigração – (OAB/GO – 27.288)

Witer, Pessoni & Moore an International Law Corporation

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

2 respostas

  1. Já tentei duas vezes tirar o visto de turismo, vou negado sem nenhuma justificativa, complicado até mesmo para passear nesse país.

    1. Olá, Sr. Nilson! Agende uma consulta conosco. Nosso escritório possui os melhores advogados especializados em imigração, com anos de experiência. Trabalhamos com atendimento humanizado e nos dedicamos por inteiro ao processo de cada um dos nossos clientes! Aqui no Witer, Pessoni & Moore o senhor terá o contato de todos os envolvidos no seu processo, além do contato particular do advogado responsável pelo seu caso!

      Whatsapp (62) 98584-2101

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *