Witer, Pessoni & Moore An International Law Corporation ®

+55 (62) 9 8584-2101 – [email protected]

EUA receberam 10,5 milhões de indocumentados em 2021

Com 200 mil imigrantes não autorizados em 2021, brasileiros constituem 2% do total de indocumentados no território norte-americano

Novas estimativas divulgadas pelo Pew Research Center na quinta-feira (16), destacam que a população de imigrantes não autorizados nos Estados Unidos atingiu 10,5 milhões em 2021, registrando um aumento modesto em comparação a 2019, e praticamente idêntico a 2017. Entre os dados revelados, chama a atenção o crescimento significativo da comunidade de imigrantes brasileiros. De 130 mil em 2016, o número saltou para 200 mil em 2021, representando um aumento expressivo de 54%. Os brasileiros agora constituem 2% do total de indocumentados no território norte-americano.

Os seis estados com as maiores populações de imigrantes não autorizados em 2021 foram liderados por Califórnia (1,9 milhão) e Texas (1,6 milhão), seguidos por Flórida (900.000), New York (600.000), New Jersey (450.000) e Illinois (400.000). Depois do México, os países com maior população de imigrantes não autorizados em 2021 incluem El Salvador (800 mil), Índia (725 mil) e Guatemala (700 mil).

A população imigrante legal cresceu mais de 8 milhões, um aumento de 29%, e os cidadãos naturalizados dos EUA aumentaram em 49%, representando cerca de metade (49%) de todos os imigrantes no país em 2021.

Os critérios para classificação como imigrante não autorizado abrangem aqueles que não foram admitidos para residência legal, não estão no país com status de refugiados ou asilados, não são ex-imigrantes com permissão para residir legalmente e não se tornaram cidadãos naturalizados.

Witer, Pessoni & Moore an International Law Corporation

Fonte: acheiusa.com

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *