Witer, Pessoni & Moore An International Law Corporation ®

+55 (62) 9 8584-2101 – [email protected]

ESTUDANTES COM VISTO F1 EM DIFICULDADES FINANCEIRAS PODEM OBTER PERMISSÃO PARA TRABALHAR NOS EUA

Portadores de vistos de estudante F-1 que enfrentam problemas econômicos “severos” podem obter uma permissão para trabalhar nos Estados Unidos fora da instituição de ensino, esclareceu o U.S. Immigration and Customs Enforcement (USCIS). A autorização, segundo a agência, é temporária, geralmente com validade de 18 meses, podendo mudar de acordo com cada caso. Entretanto, “não pode se estender além da data de término do programa acadêmico do aluno”, detalhou em nota.

Por problemas econômicos “severos”, o USCIS indicou “circunstâncias emergentes que afetam os estudantes que migraram de uma determinada região”. Estas circunstâncias podem incluir, mas não se limitam a: desastres naturais, crises financeiras e conflitos militares nos países de origem, que levam à interrupção da transferência de fundos para se manter nos Estados Unidos. O pedido de autorização especial de trabalho (Special Student Relief, SSR, em inglês), deve ser feito através de um aplicação diretamente no órgão. Após o início do ano acadêmico, os estudantes F-1 podem participar de três tipos de empregos fora do recinto universitário:

  • Capacitação Prática Curricular (CPT);
  • Capacitação Prática Opcional (OPT);
  • Capacitação Prática Opcional (OPT) para estudantes de Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM).

Witer, Pessoni & Moore an International Law Corporation

Fonte: https://www.acheiusa.com/Noticia/

OBS.: O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração

Gostou do conteúdo? Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *